Escrito por Erik Weijers há 4 meses

Os projetos mais trabalhosos nas criptomoedas

Para determinar se uma moeda é um bom investimento, pode incluir todos os tipos de indicadores no seu painel. Por exemplo, o desenvolvimento do preço, o número de utilizador, o valor total bloqueado... Aquilo que certamente gostaria de incluir é o número de programadores (desenvolvedores) por projeto. A Electric Capital publicou as suas descobertas num relatório.

Contabilizar o número de programadores é uma ótima forma de analisar algo que não é imediatamente visível, mas igualmente importante, num projeto, sem precisar de conhecimento técnico. A Electric Capital interpreta o número de programadores como um dos “principais indicadores” do êxito de uma plataforma de criptomoedas. O seu efeito no sucesso e no preço de uma rede de criptomoedas não é uma questão de semanas, mas de anos. Por conseguinte, é um bom indicador a ter em consideração se estiver a investir nas criptomoedas a longo prazo.

Tendo isto em consideração, é uma boa ideia constatar que o número de programadores envolvidos nas criptomoedas no total (web 3, conforme a Electric Capital a designa) nunca foi tão alto como no final de 2021. Há agora mais de 18 000 programadores ativos e esse número representa um aumento de cerca de 80% relativamente há um ano.

Apesar do facto de que este número é apenas uma fração quando comparado com o número total de programadores em projetos “tradicionais”, este número dá imenso peso e credibilidade à indústria das criptomoedas. Este exército de programadores está a dedicar uma boa fatia das suas vidas às criptomoedas. Tal como os mineiros de Bitcoin, por exemplo, eles enviam o sinal de que acreditam na indústria a longo prazo.

Curiosamente, os autores do relatório indicam que as suas contagens de programadores estão subestimadas: eles só têm acesso aos dados open source. A parta do trabalho de desenvolvimento que decorre nos bastidores não lhes é acessível.

Os dados demonstram que o número de programadores aumenta num mercado bull e permanece sensivelmente igual num mercado bear. Enquanto investidores, podemos ficar agradecidos a todos estes programadores leais que se mantêm nos projetos: eles continuam a trabalhar em aplicações que tornam possíveis novos mercados bull.

Alguns dos principais factos:

- Em nenhum dos anos houve tantos novos programadores como em 2021: 34 000.

- O crescimento do número de novos programadores mensalmente é agora consistentemente maior do que no anterior mercado bull.

- Há onze projetos que têm mais de 250 programadores: Ethereum, Bitcoin, Polkadot, Cosmos, Solana, BSC, NEAR, Avalanche, Tezos, Polygon e Cardano.

A Rainha Ethereum e as suas desafiadoras

O top cinco dos projetos avaliados pelo número de programadores:

  1. Ethereum
  2. Polka Dot
  3. Cosmos
  4. Solana
  5. Bitcoin

Dos 18 000 programadores ativos, mais de 4000 trabalham na Ethereum, um número que cresceu 43%. Compare estes com os 680 da Bitcoin, que cresceu 9%. Um quinto de todos os novos programadores juntou-se à Ethereum.

O facto de que a Bitcoin tem menos programadores do que a Ethereum pode ser surpreendente, até nos apercebermos de que, numa extensão menor do que a Ethereum, é uma plataforma na qual se desenvolvem aplicações.

Os que mais cresceram em 2021 entre os maiores projetos (mais de três centenas de programadores) eram todos competidores da Ethereum. A Solana, que cresceu praticamente por um fator de cinco. Seguida pela NEAR por um fator de quatro e a Polygon por um fator de dois. Dos projetos mais pequenos, a Terra, Fantom, Avalanche e Algorand foram as que mais cresceram em termos de programadores. Todas por um fator de quatro ou de três (Algorand e Avalanche).

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app