Escrito por Erik Weijers há 4 meses

Bitcoin Magazine em carta aberta: Elon, reconsidere a Bitcoin

Numa carta aberta, três editores da Bitcoin Magazine pediram a Elon Musk para reconsiderar a sua posição sobre a Bitcoin e o ambiente. O ponto crucial do seu argumento: o efeito da mineração da Bitcoin no mercado da energia é que aumentará a capacidade de produção da energia renovável. Isto está inteiramente alinhado com a missão da Tesla.

Os escritores da carta aberta afirmam que ficaram desapontados quando a Tesla anunciou em maio de 2021 que iria deixar de aceitar Bitcoin como uma forma de pagamento – apenas alguns meses após começar a aceitá-la. Tanto a aceitação como a consequente recusa da Tesla representaram gestos simbólicos significativos, que tiveram um forte impacto no preço da Bitcoin. Elon Musk afirmou, na altura, “a missão da Tesla é acelerar o interesse na energia sustentável. Não podemos ser a empresa que faz isso e que também não toma as devidas diligências sobre a utilização da energia da Bitcoin."

No entanto, segundo os escritores da carta aberta, a mineração de Bitcoin é na realidade um incentivo para a energia sustentável: esta torna a produção da energia renovável rentável sob diferentes condições. De facto, o problema com a produção de energia renovável é que a produção em pico é frequentemente muito maior do que a procura. Ao integrar a mineração de Bitcoin nas instalações de produção, um projeto renovável pode ser rentável, inclusive quando há baixa procura pela energia. Isto faz com que seja mais interessante para os investidores financiarem os projetos das renováveis.

Percentagem sustentável

Musk tweetou em maio de 2021 que gostaria de ver pelo menos 50% da mineração de Bitcoin a ser feita de forma sustentável, e que a tendência deveria ser avançar na direção correta. Os autores da carta reivindicam que, atualmente, 56% da energia da mineração de Bitcoin é gerada de forma sustentável. Além disso, os mineiros de Bitcoin estão cada vez mais inclinados para a energia renovável. Não porque sejam rapazes assim tão decentes, mas simplesmente porque a energia sustentável é na realidade a fonte de energia mais barata.

Já agora, comparem os mencionados 56% com os 20% de energia renovável produzida pelas tomadas de parede do lar médio americano. Ou seja, é esta a mistura energética que alimenta os Tesla.

Comparar maçãs com maçãs

Uma consideração final dos escritores é que muito poucas questões fundamentais foram colocadas e respondidas sobre a comparação entre o dinheiro normal (fiduciário) e a Bitcoin. Muito frequentemente, é realizada uma comparação grosseira e descontextualizada: “A Bitcoin utilizada tanta energia como o país X”. Enquanto a comparação deve ser entre os diferentes sistemas monetários. O sistema de dinheiro tradicional também tem uma pegada carbónica. Mapeiem-no e comparem-no com o da Bitcoin.

Os subscritores da carta sugerem que esse estudo comparativo deve ser conduzido por investidores neutros e de prestígio, composto por pessoas idóneas, quer pro e anti Bitcoin.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app