Escrito por Robert Steinadler há 2 meses

A Wikimedia Foundation deixa de aceitar donativos em criptomoedas

A Wikimedia Foundation deixa de aceitar donativos em criptomoedas. A empresa lançou uma declaração pública apenas ontem e a decisão está intimamente ligada ao debate de se as criptomoedas são perigosas, ou não, para o ambiente. Com cada vez mais e mais vozes que se erguem contra as criptomoedas, parecer que os céticos em relação às criptomoedas ganham mais impacto no mercado.

Quais foram os motivos para a decisão da Wikimedia e será que outras instituições e empresas seguirão o exemplo?

Um debate durante 3 meses

É importante que a WMF tenha debatido este ponto durante mais de três meses dentro da sua comunidade e que este debate prolongado tenha sido concluído após terem sido ouvidas todas as partes. A WMF aceitava donativos em criptomoedas desde 2014 através da BitPay, uma empresa que processa pagamentos em criptomoedas e transfere dinheiro para a parte destinatária de uma transação.

O principal motivo para a decisão é o impacto ambiental da mineração. Os críticos reivindicam que as blockchains prova de trabalho estão a contribuir para as alterações climáticas e gostariam de ver a tecnologia banida na íntegra.

Parece que a WMF pegou nesse argumento. No entanto, as preocupações ambientais não foram as únicas suscitadas durante o debate.

Apenas uma fração foi doada em criptomoedas

A WMF recebeu 130 100,94 USD no ano passado de donativos em criptomoedas, o que representou cerca de 0,08% da receita geral que foi recebida em donativos. Considerando o facto de que apenas uma fração dos donativos recebidos no ano passado foram em criptomoedas, a WMF também considerou que a oferta do recurso não é vital para receber donativos e financiar o seu trabalho. Isto é muitíssimo importante porque parecer que isto contribuiu fortemente para a decisão.

Outras organizações como a Mozilla escolheram por optar pelos donativos em criptomoedas, mas só suportam blockchains prova de participação. Este passo reconhece que mesmo se acreditar no argumento de que a prova de trabalho é prejudicial, então ainda há alternativas a considerar que se alinham com as políticas e preocupações ambientais. Pode ter sido o caso de que era mais importante para a WMF encerrar este caso e retirar este ponto da mesa do que envolver-se ainda mais num debate sem um forte incentivo para continuar com este.

No final do dia, a WMF votou sobre este assunto, e com 234 contra 94 votos, a decisão para deixar de aceitar criptomoedas foi claramente apoiada pela vasta maioria. Não deixa de ser um dia triste, dado que a decisão deixou a comunidade das criptomoedas no geral com a impressão de que é mais importante para a WMF a quantia de dinheiro que estão a fazer ao invés de considerarem alternativas que também são resistentes à censura e, indiscutivelmente, mais amigas do ambiente.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app