Escrito por Robert Steinadler há 2 meses

A Terra está a acrescentar a Avalanche à sua reserva UST

A TerraUSD (UST) é o fator mais importante que está a contribuir para o sucesso da Terra, a qual se tornou numa espécie de espinha dorsal na economia DeFi. Os mais recentes passos do fundador da Terra, Do Kwon, e da Luna Foundation Guard já deixaram algumas cabeças à roda.

Como é que a Terra está a adicionar a AVAX à sua reserva UST? Quanto é que compraram? E qual será o impacto dessa decisão?

A TerraUSD está protegida por uma reserva

A reserva UST está sob a alçada da organização sem fins lucrativos designada Luna Foundation Guard (LFG), situada em Singapura. Ao contrário de outras stablecoins, a UST não é suportada por ativos off-chain. Ao invés, a indexação em relação ao dólar americano é mantida pela queima de LUNA porá cada nova UST que é cunhada.

Isso faz com que a TerraUSD seja uma stablecoin algorítmica que representa diferentes riscos para os que têm garantias de outros ativos. Para mitigar este risco, a LFG está a utilizar os seus fundos para acumular uma reserva de Bitcoin. Cerca de 1,5 mil milhões de USD já foram investidos em Bitcoin e, teoricamente, até 10 mil milhões de USD poderão fluir para a BTC.

A ideia é garantir a UST parcialmente com BTC para manter a indexação entre a UST e o USD estável, inclusive se a dinâmica do protocolo das stablecoins criar condições desfavoráveis.

A Terra troca LUNA por AVAX

É um forte sinal de que a Terra Labs decidiu trocar 100 milhões de USD em LUNA por AVAX. Este passo é espelhado pela Luna Foundation Guard, que está a comprar AVAX para a reserva e o volume total de todo o negócio está avaliado em 200 milhões de USD. Isto significa que a AVAX, o token nativo na blockchain Avalanche, torna-se o segundo ativo a apoiar o valor da UST a seguir à Bitcoin.

No entanto, tudo indica que isto é apenas o início de uma parceria cross-chain entre a Terra e a Avalanche. Os protocolos nativos da Terra tornar-se-ão numa parte do ecossistema Avalanche e a UST também desempenhará um papel importante na economia DeFi da Avalanche.

Além da parceria entre ambos os ecossistemas de criptomoedas, este também é um passo significativo em termos de colocar confiança na Avalanche ao invés de fazê-lo na Ethereum. Apoiar a indexação da TerraUSD com outros ativos de criptomoedas além da Bitcoin parece ser uma boa ideia. Com este passo, a Terra está a fazer uma declaração relativamente ao crescimento que é previsto para o futuro, favorecendo outro concorrente da Ethereum em relação ao valor que foi criado pelo ecossistema Ethereum até agora. Resta ver se a LFG irá diversificar as suas participações ainda mais no futuro. Deter 100 milhões de USD em AVAX e 1,5 mil milhões de USD em Bitcoin não aparenta ser assim tão diversificado, afinal de contas.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app