Escrito por Erik Weijers há 2 meses

A fusão da Ethereum será lançada como testnet

No início de junho, a testnet pública da Ethereum, designada Ropsten, dará o primeiro passo na fusão. Consoante a quantidade de informação (erros) que esta versão da fusão der aos programadores, a mainnet Ethereum está projetada para ficar ao vivo algures no terceiro trimestre de 2022.

A data estimada da fusão na testnet é de 8 de junho. Isto segundo a atividade no GitHub, a plataforma de comunicação para programadores de software. Os programadores da Ethereum ofereceram recompensas de até meio milhão de dólares aos programadores que conseguirem expor fraquezas na testnet ou na mainnet. Na recente conferência Permissionless, o programador Ethereum Preston van Loon anunciou agosto de 2022 como a sua meta para a fusão real.

O que é a fusão?

A fusão da Ethereum tem estado na agenda há anos e foi adiada muitas vezes. O termo refere-se à fusão da atual blockchain Ethereum com a futura (Ethereum 2.0), que se baseia na prova de participação ao invés da prova de trabalho. Após a fusão, as transações na blockchain Ethereum serão processadas e validades pelos stakers ao invés de o serem por mineiros. Isto ajusta-se ao ideal de baixo consumo de energia.

A fusão está apenas um passo para um futuro da Ethereum que é prova de participação e consegue lidar com mais transações. Se a fusão for bem-sucedida, ainda temos de esperar pela implementação do sharding antes da capacidade de transação da Ethereum ser amplamente aumentada. Essa capacidade de transação é atualmente um dos principais problemas, leva à congestão periódica e a elevados custos de transação. As cadeiras shard são blockchains paralelo 64 que vão ajudar a aliviar a cadeia principal (a Beacon Chain). A implementação do sharding depende do sucesso da fusão e está previsto para 2023 – mas essas datas previstas são muito frequentemente adiadas.

A enorme importância de uma fusão bem-sucedida

Não é de admirar que os programadores da Ethereum estejam a proceder com tanta cautela. Os riscos são elevados. Caso a fusão seja bem-sucedida, esta será um marco no mundo das criptomoedas: uma das principais blockchains trocar com sucesso da prova de trabalho para a prova de participação é um êxito enorme. Compare-a com a substituição de um motor a hélice por um motor a jato, num avião, em pleno voo!

Caso a fusão falhe, contudo, esta deixaria uma grande mossa na confiança da blockchain enquanto tecnologia. Não é um evento agradável, particularmente agora que estamos num mercado bear. Durante os anos em que se tem vindo a trabalhar na fusão, a Ethereum tornou-se tão enorme que milhões de pessoas começaram a depender de uma blockchain Ethereum funcional para os seus investimentos e para os seus trabalhos.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app