litebit

há 6 meses

Apostar em grande: a 1Inch pretende servir clientes institucionais

A 1Inch Network tem sido uma história de sucesso até agora. O agregador DEX está à procura de expandir-se e angariou 175 milhões de dólares americanos numa ronda de financiamento de Série B. Habitualmente, isto significa que uma empresa está a vender uma participação, mas neste caso, isto significa que o projeto vendeu tokens 1INCH numa venda privada a investidores institucionais. E investidores institucionais são exatamente o destinatário do próximo produto da equipa 1Inch.

O que é a 1Inch Pro e como é que um serviço descentralizado pode tornar-se atrativo para os maiores intervenientes no mercado?

A 1Inch é um agregador

Para compreender o que a 1Inch Pro pretende alcançar é importante compreender o que é que a plataforma já existente faz. É um designado agregador DEX que permite trocar tokens na blockchain Ethereum. Esta compara preços em várias plataformas descentralizadas e oferece o melhor preço disponível para executar a troca.

Dado que é uma aplicação descentralizada, nenhuma entidade controla os livros de ordens ou detém a custódia dos fundos dos seus utilizadores. A 1Inch não é o único agregador que oferece este serviço, mas está a tentar expandir o negócio para um setor que enfrenta regulação.

Os investidores institucionais como os bancos ou empresas de investimento não conseguem, ou pelo menos estão fortemente limitadas, na utilização destas plataformas. No entanto, isto é exatamente o que a equipa 1Inch está a tentar alcançar com a sua futura plataforma.

A 1Inch Pro precisa de uma licença

Para servir os clientes institucionais, a 1Inch precisará de uma licença para negociar com estes. Embora a blockchain Ethereum forneça acesso sem permissão, um protocolo pode requerer uma permissão. Isto significa que a 1Inch Pro vai tornar-se uma plataforma que não pode ser livremente acedida.

Ao invés, os investidores têm de passar pelos procedimentos KYC e AML, além de terem de estar acreditados para utilizarem o agregador. Além disso, as pools de liquidez da 1Inch e da 1Inch Pro serão segregadas. Prevê-se que isto abrirá um mercado completamente novo para os investidores institucionais e que vá fortalecer o setor DeFi. O financiamento de série B incluiu investidores como a VanEck, Alameda Research, Nexo, Celsius e Gemini Frontier Fund.

Com capital fresco nos seus bolsos, a 1Inch terá de prosperar para encontrar um lugar que fornecerá claridade regulatória e que esteja, como é óbvio, disposto a emitir uma licença. Embora não haja ainda uma data de lançamento disponível, alguns preveem que a 1Inch Pro poderá possivelmente tornar-se numa realidade em 2023.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app