lb

Escrito por Erik Weijers há um mês

O que é um mining rig?

Um mining rig é o conjunto de hardware de que precisa para minar criptomoedas. A Bitcoin é o exemplo mais conhecido de uma moeda que entra em circulação através da mineração. No entanto, a Ethereum também (ainda) está a ser minada. A Doge e a Litecoin também são moedas bem conhecidas nesta lista.

Um mining rig é uma espécie de computador propositadamente construído para gerar o maior poder possível de computação, o mais eficientemente possível. Os componentes são similares aos de um computador normal. Os mineiros podem colocar às centenas em fila numa quinta de mineração profissional. No entanto, alguns mineiros também podem ter um só, no sótão.

Foto: Moneybright

Mineração ASIC

A principal diferença entre um mineiro e um computador normal é que ao invés de um CPU, um mineiro contém um processador central especializado. Na maioria dos casos, este é um ASIC. Isto é um Circuito Integrado Específico para a Aplicação: um processador desenvolvido para executar apenas um algoritmo o mais rápido possível: por exemplo, o algoritmo hashing SHA-256 da Bitcoin. Curiosamente, a Monero ainda é minada com CPUs. O número de moedas que ainda está a ser minado com GPUs (placas gráficas) é reduzido e, muito provavelmente, apenas continuará a diminuir

Para montar um rig e mantê-lo a funcionar, precisa de mais componentes

  • Um “centro de comando”: no caso dos ASICs, este é necessário. Uma interface separada na qual pode ler o desempenho. No caso das GPUs, isto também pode ser feito no computador que controla a GPU.
  • Software de mineração: este deve ser compatível com o tipo de processador, seja este um ASIC ou de outro género.
  • Fonte de alimentação: uma fonte de alimentação estável é obviamente importante para essas máquinas sedentes de energia.
  • Arrefecimento: é essencial neutralizar o calor gerado. Isto é bom para a longevidade dos componentes.
  • Uma prateleira ou estrutura: um mineiro tem de conseguir dissipar o seu calor e, por conseguinte, deve ter espaço suficiente.

Manutenção

Pode estruturar um rig e pensar: não lhe vou passar cartão durante algum tempo. Um rig precisa de manutenção, monitorização regular e afinação. De vez em quando pode querer decidir se quer continuar a minar a mesma moeda ou trocar para outra. Isso depende do preço da moeda em questão e da concorrência dos outros mineiros (e, como é óbvio, se o seu mineiro é compatível/rentável para outras moedas). Por conseguinte, configurar e manter este tipo de rig também deve ser um pouco um passatempo!

Vale a pena?

Dependendo do preço da moeda, ainda é possível minar em casa e obter um lucro. Já agora, também há pequenos e silenciosos computadores de mineração já montados que podem ser rentáveis - por vezes focados em minerar uma moeda específica e menos conhecida. Pode descarregar uma app e associá-la a uma pool de mineração. Vê o hashrate que o seu mineiro fornece. Se e quando ganha isto de volta depende do preço da sua eletricidade e do preço de compra do mineiro. Há websites onde pode calcular isto.

Da perspetiva dos mineiros, é infeliz que as alternativas de Camada 1 (as “assassinas da Ethereum”) já não estejam a ser minadas. São todas prova de participação, por conseguinte, os mineiros já não podem angariar grandes lucros minando desde o início - algo que ainda conseguiam fazer com a Ethereum.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app