litebit

há 5 meses

Explicação sobre a Cardano – Como é que funciona e o que está a tentar alcançar?

Desde o seu início em 2015, a Ethereum tornou-se a maior blockchain que é impulsionada pelo sucesso das suas capacidades de contrato inteligente. Embora Vitalik Buterin seja a pessoa mais importante por detrás da ideia da Ethereum, ele não desenvolveu tudo sozinho. Uma figura notável e um dos principais fundadores foi Charles Hoskinson, que posteriormente iniciou o seu respetivo projeto designado Cardano.

A Cardano é totalmente diferente da Ethereum e tenta resolver problemas similares com a sua respetiva e única tecnologia. A principal força motriz por detrás do desenvolvimento da Cardano é a IOHK, uma empresa fundada e liderada por Hoskinson. Ele viu que a Ethereum iria eventualmente enfrentar desafios para alcançar a escalabilidade, sustentabilidade e interoperabilidade. Uma parte destes desafios deriva do facto de que a Ethereum se baseia na prova de trabalho. Isto aplica-se particularmente à escalabilidade e é um motivo pelo qual a Ethereum está a transitar da prova de trabalho para a prova de participação nos próximos anos.

Tendo estes desafios em consideração, a Cardano foi construída de forma diferente e introduzir a prova de participação desde o início. Mas como é que a Cardano pretende enfrentar os mesmos problemas e resolvê-los? Neste artigo, vamos explorar os fundamentos da Cardano.

O que é a Cardano?

A Cardano é uma plataforma blockchain que pretende servir como um livro-razão de múltiplos ativos com capacidades de contrato inteligente. De facto, a Cardano oferecerá aplicações descentralizadas, muito ao género da Ethereum, Solana ou outras plataformas blockchain dignas de menção nesse campo.

Vale a pena mencionar que a Cardano é um trabalho em progresso, o que significa que alguns recursos ainda estão a ser desenvolvidos. Há cinco ramos diferentes que estão a ser desenvolvidos, cada com o seu respetivo nome de código. Cada representa uma fase do desenvolvimento:

  • Descentralização (Shelley)
  • Fundação (Byron)
  • Governação (Voltaire)
  • Escalamento (Basho)
  • Contratos inteligentes (Goguen)

A Cardano, ao contrário da Bitcoin ou da Ethereum que se baseiam ambas na mineração, baseia-se na prova de participação. O seu protocolo de consenso dá pelo nome de Ouroboros. A moeda nativa na blockchain Cardano designa-se por ADA, que também é o ticker da bolsa para a criptomoeda. A ADA foi batizada em homenagem a Ada Lovelace, uma matemática inglesa que viveu no século XIX e é reconhecida como a primeira programadora informática do mundo.

O que é que a Cardano está a tentar alcançar?

Dado que a Cardano terá contratos inteligentes verificáveis na sua plataforma, esta pode servir uma variedade de casos de uso. Não obstante, a sua principal aplicação é a gestão de identidade descentralizada que pode ser utilizada para gerir a governação e o valor de um indivíduo. O esforço mais notável neste campo é o trabalho da Cardano Africa, que está a tentar proporcionar identidade económica a milhões de pessoas que não têm aceso a inclusive serviços e infraestruturas básicas.

Além de tentar alcançar os designados “casos de uso do mundo real”, também há um par de aplicações que são mais comuns entre os projetos de criptomoedas. Há vários protocolos em desenvolvimento que levarão as finanças descentralizadas à Cardano. Um projeto digno de menção neste campo é a Sundae Swap, um protocolo DEX que permitirá que os utilizadores negoceiem e forneçam liquidez.

Vale a pena mencionar que o ecossistema DeFi da Cardano ainda está sob desenvolvimento e será necessário algum tempo até que os produtos fiquem disponíveis fora da testnet.

Quem está a desenvolver a Cardano?

Há três organizações envolvidas no seu desenvolvimento. A primeira é a Cardano Foundation, uma organização sem fins lucrativos. Esta detém os direitos legais e supervisão sobre a marca Cardano. A principal finalidade da fundação é promover a Cardano a nível global e conectar a plataformas às indústrias, legisladores, reguladores e investigadores académicos.

O desenvolvimento tecnológico é liderado pela empresa de engenharia de software IOHK. A empresa também está ativa no campo da educação relativa à blockchain. Para ambos os fins, a IOHK está muito bem conectada com parceiros académicos a nível mundial, enfatizando o facto de que todo o desenvolvimento passa por revisão dos pares antes da implementação dos resultados.

O terceiro pilar do desenvolvimento da Cardano é a EMURGO, que é responsável por impulsionar a adoção comercial à escala global enquanto parceiro tecnológico da Cardano.

Cardano Staking – Como funciona o Ouroboros?

Sendo que a Cardano não depende da mineração, o seu protocolo de consenso baseia-se na prova de participação. O Ouroboros funciona de forma similar a outros protocolos de staking. Este divide o tempo em períodos. Cada período é composto por slots e cada slot é um período de tempo fixo. Aquando da escrita deste artigo, cada período dura um dia e cada slot dura um segundo. Estes números não são fixos e podem ser atualizados.

Os períodos são circulares, o que significa que quando um período termina há outro que começa. Cada slot tem um líder de slot que é escolhido através de uma lotaria. No entanto, este processo pode ser influenciado aumentando a participação. Com uma maior participação, é mais provável tornar-se o líder da slot. Assim que um líder da slot é escolhido, este é responsável por:

  • Validação das transações
  • Produção de novos blocos e de adicioná-los à blockchain
  • Criação de novos blocos de transações

A Cardano permite que os detentores de ADA se organizem em pools de participação. Isto permite-lhes combinar as suas participações para que possam ter mais possibilidades de ganhar a lotaria e de serem recompensados. A recompensa é dividida entre os participantes de uma pool da mesma forma que a recompensa do bloco é dividida entre mineiros na pool de mineração.

O que é que posso fazer com a ADA?

Além de especular com o preço da ADA, há inúmeros casos de uso disponíveis e ainda mais haverão no futuro. A ADA é utilizada para alimentar o ecossistema descentralizado que está prestes a emergir no próximo ano. Outro recurso interessante é o staking, permitindo que até os investidores individuais ganhem rendimentos adicionais sobre o seu investimento em ADA. Com uma taxa de juro negativa torna-se mais interessante gerar receita através das criptomoedas do que com os produtos financeiros tradicionais. A maioria dos utilizadores lucra com a opção de participar numa pool de staking que foi introduzida com a atualização Shelley da rede. A moeda nativa da Cardano também é necessária caso queira participar na governação da plataforma.

Finalmente, mas não menos importante, a ADA pode ser utilizada para realizar pagamentos. Enquanto outras criptomoedas se focam cada vez mais no aspeto do dinheiro digital, a Cardano também tem uma base crescente de utilizadores e, acima de tudo, de negócios, que estão a aceitar ADA.

A Cardano é melhor do que a Ethereum?

Conforme indicámos nos parágrafos anteriores, a Ethereum enfrenta obstáculos que derivam principalmente das taxas elevadas e da escassez de soluções de escalamento. A Cardano orgulha-se de ser mais avançada do que a Ethereum. No entanto, isto não quer dizer que o desenvolvimento da Ethereum esteja emperrado ou a emperrar. Na realidade, a Ethereum está a transitar da prova de trabalho para a prova de participação.

O facto de que a Cardano se apresenta como a melhor plataforma deve ser tido como um grão de sal. Alguns aspetos da tecnologia da Cardano ainda estão a ser desenvolvidos, e enquanto outras plataformas já têm algo para oferecer, a Cardano está a fazer declarações voltadas para o futuro. Este é particularmente o caso dos protocolos DeFi, que se tornaram o caso de uso número um para as plataformas de contratos inteligentes.

Outro aspeto é o efeito da rede, ou seja, a Ethereum já tem uma vasta base de utilizadores. Ainda continua por se constatar se a Cardano consegue convencer mais pessoas e avançar a sua plataforma para o futuro. Além de quaisquer reivindicações de que a plataforma é melhor, a Cardano é um competidor mais do que digno de menção no seu campo, ao ponto de fazer parte das 10 principais criptomoedas segundo o seu valor de mercado.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app