litebit

Escrito por Robert Steinadler há 14 dias

DYOR: onde começar a realizar a pesquisa antes de investir em criptomoedas

Faça a sua respetiva pesquisa! Este é um aviso legal que a maioria dos nossos leitores verá muito frequentemente nas redes sociais, em artigos de blogue e noutros websites. Este é frequentemente utilizado porque o autor de uma publicação procura evitar quaisquer responsabilidades sobre a previsão do resultado futuro de uma negociação ou da recomendação de um token ou de uma criptomoeda. Além destas tentativas, realizar a respetiva pesquisa antes de realizar um investimento parece ser uma boa ideia. O único problema para os iniciantes é a questão que devem ter em consideração informação importante, ou pelo menos útil.

Embora não forneçamos orientações bem conselhos sobre onde deve colocar o seu dinheiro, gostaríamos de apresentar-lhe um par de ferramentas e métodos que são considerados como sendo valiosos quando realiza a sua respetiva pesquisa.

Comece pelo relatório técnico

Uma escolha óbvia, mas não obstante ignorada por muitos iniciantes. Um projeto de criptomoedas dispõe habitualmente as suas especificações fundamentais de caso de uso e técnicas no seu relatório técnico. Mesmo com pouco ou nenhum conhecimento e experiência em criptomoedas, este é um bom local para iniciar a pesquisa sobre um projeto. Este é, habitualmente, disponibilizado publicamente no website do respetivo projeto.

Anote aquilo que não compreende enquanto o lê e, de seguida, tente encontrar as respostas pesquisando informação mais específica na internet ou absorvendo o conhecimento da comunidade do projeto ou inclusive dos programadores deste. Muitos projetos são geridos por startups e a maioria é impulsionada pela comunidade. Isto dá-lhe a oportunidade de entrar em contacto com a pessoa ou equipa que é responsável e colocar-lhe questões diretamente.

Abordagem influenciada pelos dados

Um relatório técnico explica os fundamentos e planos de um projeto de criptomoedas. Assim que tiver iniciado e estiver a proporcionar um produto numa fase inicial ou posterior, o sucesso torna-se mensurável. A beleza de abrir e publicar a tecnologia blockchain é que esta é transparente e acessível para todos os tipos de análises. Caso seja uma pessoa com conhecimentos técnicos, pode tentar verificar e avaliar os dados por si.

Mesmo que não tenha o conhecimento, as competências, ou o tempo para realizar a tarefa sozinho, pode registar-se numa variedade de serviços que fazem o trabalho por si. A análise on-chain tem-se tornado cada vez mais popular quando se trata de avaliar o mercado e a sua situação atual. Quantos endereços estão em uso ativo num determinado projeto? E quantos destes detêm moedas?

Estas são apenas duas questões de exemplo que podem revelar perspetivas interessantes quando pesquisa um ativo de criptomoedas. Com questões mais específicas em mãos, pode pesquisar pistas que possam dar-lhe uma perspetiva mais aprofundada sobre como executar negociações e realizar decisões sensatas.

Marketing vs. Realidade

O nosso projeto oferecerá os mesmos serviços da Uber, mas será mais bem-sucedido porque é na blockchain! Será que esta frase lhe parece convincente? Cada projeto de criptomoedas realiza campanhas de marketing e em praticamente todos os casos há uma lacuna entre as promessas do departamento de marketing e aquilo que um produto relacionado com a criptomoeda pode realmente alcançar.

Não é importante indicar que estas lacunas existem, mas sim evitar investir onde esta lacuna seja simplesmente demasiado grande para ser superada pela tecnologia. Por vezes não é fácil descortinar se as promessas são demasiado grandes e, em alguns casos, o potencial de uma tecnologia é tão grande que tudo o que é prometido é na realidade possível se e apenas se todas as circunstâncias se alinharem.

Tomemos a Sandbox como um exemplo. O projeto tem uma parceria com a Adidas, que é um dos poucos grandes nomes que vai entrar no metaverso através de um projeto de criptomoedas. É possível que outros projetos ativos neste campo atraiam grandes nome e alcancem parcerias iguais ou inclusive melhores? Sim, claro que sim. No entanto, é difícil prever qual ganhará a corrida e porque é que um grande interveniente deve escolher este projeto em particular em relação aos seus competidores. Particularmente se tiver em consideração que o metaverso não é um local unificado, mas ao invés várias sandboxes virtuais diferentes.

Quem é quem?

Outro fator importante é a equipa por detrás de uma criptomoeda ou de um produto blockchain. Em alguns casos, os programadores gostam de permanecer anónimos. Até o inventor mais famoso da Bitcoin optou por preservar a sua privacidade. Hoje em dia, só há algumas exceções em que os investidores aceitam que a verdadeira identidade dos programadores seja desconhecida. Particularmente os projetos que se enquadram na privacidade tecnológico é que se enquadram nesta categoria.

Na maioria dos casos, conseguirá verificar quem é que está envolvido e ao utilizar as redes sociais consegue obter uma perspetiva sobre a experiência da pessoa. A pessoa encarregue tem uma licenciatura em arte? Pode ser uma má ideia se estiver a tentar reinventar a gestão da cadeia de abastecimento mas, uma vez mais, pode ser o ativo mais valioso se o projeto pretende ser a próxima aplicação de sucesso no mercado NFT.

As qualificações e títulos não dizem se um projeto de criptomoedas vai ser bem-sucedido, mas fornecem informação sobre o que esperar das pessoas por detrás deste.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app