Robert Steinadler, há 5 meses

Cobertura contra a inflação: estas classes de ativos podem protegê-lo 

A inflação está a ficar descontrolada e está a aumentar. Isto não é apenas um problema nos EUA, mas também para os investidores europeus, dado que o seu poder de compra está a diluir-se ao longo do ano de 2022. Os políticos e bancos centrais estão a prometer fazer algo quanto a isto e pretendem diminuir a inflação subindo as taxas de juro e implementando o aperto quantitativo (afunilamento).

Ainda continua por se ver se isto, por si só, consegue salvar as pessoas, dado que não é realmente relevante se é um investidor ativo ou apenas um espetador que não está a investir o sue dinheiro em nada. A sua riqueza, por maior ou mais pequena que seja, será constantemente comida pela inflação caso a situação geral não mude.

Está na altura de equipar-se com algum conhecimento sobre as classes de ativos que têm o potencial de servir como uma cobertura contra a inflação e de proteger o seu capital contra a mesma.

O que é a inflação?

Embora a inflação tenha atualmente um efeito negativo na riqueza geral da população, esta é uma ocorrência natural no mercado. A inflação pode ser medida comparando os níveis de preço de bens e serviços com o passar do tempo. Se os mesmos 100 euros que gastava para comprar dois pneus para o seu carro no ano passado só lhe chegam para comprar um pneu no ano seguinte, então a inflação diminuiu o seu poder de compra. O estado oposto da inflação é a deflação, o que significa que a mesma quantia de dinheiro pode comprar mais bens e serviços.

Continua a ser um tema controverso os bens e serviços que devem ser medidos para determinar a taxa de inflação. Uma TV de ecrã plano pode permanecer com o preço estável, enquanto o preço dos alimentos disparam. O problema é que tem de comer todos os dias, contudo, estatisticamente falando, não está assim tão dependente da oportunidade de adquirir uma TV barata.

O índice harmonizado dos preços no consumidor ou IHPC é um índice ao qual deve prestar atenção. Este mede a inflação na UE, tendo atingido os 7,4% em abril de 2022. Isto foi apenas a inflação média. Consoante o local onde vive, a situação pode ser melhor ou pior. Por exemplo, a Estónia deteve o recorde com 19,1% de inflação em abril de 2022, enquanto a França assinalou valores um pouco melhores, com apenas 5,4% de inflação na mesma altura.

As criptomoedas como uma cobertura contra a inflação

Criptomoedas como a Bitcoin criaram mais do que uma controvérsia durante os últimos 10 anos. Alguns especialistas acreditam que as criptomoedas não são uma classe de ativos, enquanto outros argumentam que estas são e que a lista tem de ser estendida. Outra controvérsia que foi criada é o facto de que, particularmente a Bitcoin, é tida como uma cobertura contra a inflação, no entanto, quando a inflação aumentou no final de 2021, a criptomoeda atingiu um pico máximo apenas para registar novos mínimos em 2022.

Não obstante, as criptomoedas podem servir como uma cobertura contra a inflação e têm um registo incrível. Em 2011, a Bitcoin estava a ser negociada por alguns cêntimos e atingiu um máximo histórico de 67 000 $ apenas 11 anos mais tarde. A BTC já é um dos ativos mais bem-sucedidos do século XXI e caso esta tendência continue a longo prazo, esta pode muito bem cumprir o seu propósito.

Outro fator são as redes que se baseiam na prova de participação. Isto permite criar rendimento num ambiente que, de outra forma, não permitiria ganhar qualquer juro sobre as poupanças.

Ouro

Muitos especialistas acreditam que o ouro é uma boa cobertura contra a inflação. Uma perceção que também é motivada por eventos históricos, tal como o recorde de inflação na Alemanha após a primeira guerra mundial. As pessoas tinham de transportar o seu dinheiro em carrinhos de mão e este inflacionou tão depressa que muitos lares optaram por usar notas para aquecer ao invés de as gastarem.

O ouro manteve o seu valor durante esses tempos difíceis. Vale a pena mencionar que o ouro não está a criar qualquer rendimento. Não obstante, o ouro é considerado como sendo útil como garantia contra a inflação e para diversificar um portefólio.

Mercadorias

As mercadorias são bens muito importantes que são frequentemente materiais em estado bruto que são necessários para a produção. O petróleo, grãos, gás e inclusive o ouro são considerados mercadorias, apenas para enumerar alguns exemplo. O preço das mercadorias é habitualmente um prenúncio da inflação, dado que a subida no preço das mercadorias significa um aumento dos preços para os bens que são produzidos a partir destas.

Esta classe de ativos é considerada altamente volátil e sob a influência de eventos geopolíticos que podem virar o mercado do avesso num instante.

Ações e títulos

As ações e os títulos são dois ativos diferentes, mas combinados estes podem constituir uma forte proteção para o seu portefólio. Um portefólio conservador para protegê-lo da inflação seria um designado portefólio 60/40. Este é constituído por 60% ações e 40% títulos. Se não acha que será capaz de escolher as ações, há inúmeras opções para desenvolver um conjunto e esquecer o portefólio.

A vantagem de um 60/40 é que este é habitualmente uma boa cobertura em tempos de forte inflação. O contratempo é que é facilmente superado durante um período de tempo mais longo por um portefólio principalmente constituído por ações.

Imobiliário

Há duas opções para proteger o capital ao investir em imobiliário. A primeira é deter imobiliário e alugá-lo para criar um fluxo de dinheiro. Os preços das propriedades habitualmente sobem durante períodos de inflação, o que permitem eventualmente ao senhorio aumentar a renda. Isto ajuda imenso na cobertura contra a inflação, mas também requer que compre e mantenha a propriedade.

A segunda opção para lucrar com o imobiliário durante períodos de inflação são os designados fundos de investimento imobiliário. Um REIT é uma empresa que detém e opera imobiliário que produz receita. Ao investir num REIT, pode ganhar dividendos.

ETFs

Há uma ampla variedade de ETFs disponíveis e aqueles que se baseiam num índice são através para os investidores individuais. O motivo é simples, os fundos têm habitualmente dificuldade em superar um índice a longo prazo. Digamos que gostaria de investir em ações tecnológicas. Um índice como o S&P 500 não fornecerá exposição às empresas pequenas, mas é constituído por 35% das maiores ações tecnológicas dos EUA.

É difícil prever que ETF fornecerá melhor proteção contra a inflação. Uma estratégia é utilizar um ETF como um instrumento para investir numa determinada classe de ativos como as mercadorias, por exemplo.

Que opção deve escolher?

As opções que considerámos neste artigo são muito básicas e, em alguns casos, como no setor imobiliário, bastante conservadoras. Outras são mais progressivas e envolvem um diferente perfil de risco. De qualquer das formas, não podemos nem fornecer-lhe-emos aconselhamento financeira dado que é-nos impossível avaliar a sua situação individual.

Além de consultar um profissional para discutir a sua estratégia de investimento pessoal, também tem a opção de fazer mais investigação por si só. Fique à vontade para ler os nossos outros artigos educativos, nos quais destacamos o conhecimento básico sobre as criptomoedas e a tecnologia blockchain, bem como avaliações mais detalhadas de moedas e tokens.

A melhor defesa contra a inflação é o conhecimento para avaliar a sua respetiva situação, conhecendo as opções que tem em mãos e tomando decisões razoáveis por si só. Tome as suas respetivas decisões!

Artigos em destaque
Quão segura é a Bitcoin?
Bitcoin e Ethereum: quais são as diferenças?
Quatro estratégias comerciais para criptos
Artigos relacionados
Criptomoedas vs. Ações  - Qual é a diferença? 

jul 17, 2022

A maioria das pessoas pensa na Bitcoin quando se depara com o termo “criptomoedas”. Embora seja verdade que a Bitcoin foi a primeira criptomoeda a ser inventada, muitos outros ativos digitais foram desenvolvidos ao longo dos últimos dez anos. Muitos deles têm características similares às das ações ou estão pura e simplesmente a tentar substituir as ações e a negociação de ações tal como todos as conhecemos. 

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +80 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

  • 2525 Ventures B.V.
  • 3014 DA Rotterdam
  • The Netherlands
Mais informação
  • Sobre a LiteBit
  • Carreiras
  • Conta comercial
  • Support
  • Vender
  • Notícias
  • Educação
Assine para receber atualizações

Registe-se para manter-se informado através das nossas atualizações por e-mail

Subscrever
Explore moedas populares
© 2022 LiteBit - Todos os direitos reservados