litebit

Escrito por Robert Steinadler há 2 meses

Carteira Bitcoin – Como utilizá-la e configurá-la em segurança

É muito importante gerir as suas Bitcoin em segurança. Todas as transações são finais e seja quem for que aceda às chaves privadas ou à seed da carteira detêm o poder para transferir as suas Bitcoins. Por conseguinte, a gestão da sua respetiva carteira é uma enorme responsabilidade que requer conhecimento específico, bem como o hardware e software adequados para dominar a tarefa.

Neste artigo, mostrar-lhe-emos como é feito, o que é uma carteira Bitcoin e também apresentar-lhe-emos a carteira LiteBit, que facilita um par de coisas caso não seja uma pessoa com muito conhecimento tecnológico.

O que é uma carteira Bitcoin?

Para deter, receber e enviar Bitcoin precisará de uma carteira. Uma carteira é software que estabelece uma ligação com a rede Bitcoin e permite-lhe interagir com esta. Ao contrário da carteira no seu bolso, uma carteira Bitcoin não detém, na realidade, Bitcoins na mesma. Ao invés, esta detém uma chave privada secreta que lhe permite controlar a Bitcoin que é detida na sua homónima, a chave pública.

Aqui tem um exemplo de uma chave pública:

1Mpf72Q2xwi1okJL1RCaQeVRPKDhEWRtXt

E esta é a chave privada correspondente que controla a BTC que detém no endereço exibido no exemplo supra:

L4Xq3ufEfxCga6FM4V5FdfGCkPU8ixbRxEKZisZ8pZeoF6Doa2Y1

Aquilo que uma carteira Bitcoin faz, essencialmente, é gerir todos os seus pares de chaves e tornar relativamente fácil gerir novos endereços (chaves públicas) e proteger as chaves privadas que controlam esses endereços. A diferença entre as soluções de carteiras que são disponibilizadas no mercado reside na forma como o software estabelece uma ligação com a rede, bem como os dispositivos que podem ser utilizados para executar o software da carteira.

Que carteiras são disponibilizadas?

Há cinco tipos de carteiras disponíveis e cada categoria têm as suas vantagens e desvantagens:

  • Carteiras de desktop: estas carteiras são disponibilizadas para uma variedade de sistemas operativos. Entre estes encontram-se o Windows, macOS e Linux. Pode escolher utilizar um cliente que descarregará toda a blockchain Bitcoin ou apenas uma simplesmente ligação com um nó remoto.
  • Carteiras móveis: a utilização de um smartphone é bastante popular e as carteiras móveis fazem com que seja possível utilizar a criptomoeda para onde quer que vá. A maioria dessas carteiras são thin clients e apenas algumas descarregam toda a blockchain dado que esta ocupa sensivelmente 360 GB de espaço de disco.
  • Carteira de hardware: estas carteiras precisam de ser compradas e acrescentam uma camada de segurança adicional por guardarem as chaves privadas num dispositivo seguro. Sem o acesso físico a esse dispositivo, não é possível interagir com essa carteira a não ser que esteja a enviar fundos para esta.
  • Carteira offline: é possível criar uma carteira desktop e móvel e mantê-la offline como cold storage. No entanto, a categoria da carteira offline aplica-se a carteiras de papel ou a qualquer outra carteira onde as chaves são apontadas e, em alguns casos, são fornecidas com um código QR para transferir mais facilmente os fundos.
  • Carteira online: esta é uma carteira onde não detém as chaves por si só e confia num terceiro para as deter. A carteira LiteBit é uma destas soluções de carteira online.

Para instalar uma carteira, tem de descarregá-la da loja de apps ou descarregá-la a partir do seu respetivo website. Para sua segurança, só deve utilizar entidades de confiança para descarregar este software da internet. Assim que tiver concluído o download, siga o processo de instalação indicado, segundo o manual da carteira.

Certifique-se de que compreende as implicações da utilização de cada tipo de carteira. Um smartphone pode perder-se, uma carteira de desktop pode estar sujeita à perda de dados e uma carteira offline pode até ser destruída quando entorna um copo de água ou quando ocorre qualquer outro acidente, por menor que seja. Uma carteira online não está totalmente sob o seu controlo, mas retira o fardo de criar e de manter cópias de segurança por sua conta.

Como criar backups

Um método padrão para criar backups é a designada frase seed. Esta é constituída por entre 12 e 24 palavras e encontra-se no formato de uma palavra-passe legível pelo humano, a partir da qual uma carteira de software pode derivar todas as chaves que pertencem a essa carteira.

Habitualmente, quer guardar esta informação valiosa num pedaço de papel. Isto é considerado como sendo mais seguro do que guardá-la online dado que pessoas sem autorização poderão obter acesso a esta através de ataques cibernéticos. Por outro lado, seja quem for que encontrar o pedaço de papel com a seed escrita neste também obtém acesso.

Para ter um backup, também precisará de várias cópias que devem ser armazenadas em diferentes localizações. Isto assegura que, na eventualidade de um acidente, ainda há pelo menos uma outra cópia disponível.

Outra opção para realizar o backup da sua carteira é guardar simplesmente o ficheiro da carteira encriptada em vários locais de armazenamento de dados ou discos rígidos em diferentes localizações. Esta opção só está disponível nas carteiras desktop e móveis. Também poderá tentar exportar todas as chaves privadas ou a chave principal e colocá-las numa lista, mas isto é muito complicado e também acarreta o risco de perder os fundos. Este também é o motivo pelo qual a frase seed foi inventada em primeiro lugar, porque faz com que a exportação e importação de chaves privadas seja muito mais fácil.

Como enviar e receber Bitcoin

É consideravelmente fácil receber BTC. Embora o menu na carteira que escolher possa variar, os passos permanecem iguais:

  • Selecione a opção para receber Bitcoin
  • Consoante a carteira que escolheu, pode agora selecionar gerar um novo endereço ou copiar um antigo
  • Partilhe o endereço com a parte que é suposta enviar-lhe BTC
  • Assim que a outra parte envolvida tiver enviado a transação, esta aparecerá como pendente no painel da sua carteira
  • Após receber uma confirmação da rede, recebeu as suas Bitcoins. Se quiser certificar-se de que a transação está, de facto, protegida, aguarde por pelo menos 3 confirmações

Observe que uma transação não confirmada não significa que já detém a BTC. Aguarde sempre pela confirmação!

Para enviar uma transação Bitcoin, tem de seguir estes passos:

  • Selecione enviar a partir do menu principal da sua carteira
  • Insira o endereço da carte da parte recetora
  • Insira a quantia de BTC que gostaria de enviar
  • Determine as taxas da rede
  • Prima “enviar” para confirmar a transação

Observe que a maioria das carteiras determinará as taxas consoante a atividade atual da rede. Algumas delas permitir-lhe-ão definir manualmente as taxas, mas precisa de certificar-se de que não paga em demasia ou de que não seleciona uma taxa que é demasiado baixa.

Assim que a transação tiver sido enviada, a quantia de BTC será deduzida dos fundos da sua carteira e a transação é exibida como pendente no painel, mudando assim que a rede a confirme.

Como manter-se protegido utilizando uma carteira?

O primeiro passo para assegurar a utilização segura de uma carteira é ter backups e certificar-se de que as preserva de forma adequada. No entanto, também há outras coisas que deve considerar quando utiliza uma carteira Bitcoin:

  • Gerar uma palavra-passe forte: a criação de palavras-passe fortes podem ser facilmente feita utilizando um gestor de palavras-passe. Este permitir-lhe-á gerar palavras-passe aleatórias e armazená-las em segurança. A segurança da sua carteira, sucintamente, só é tão boa quanto a sua palavra-passe.
  • Autenticação por dois fatores (2FA): esta é particularmente importante quando utiliza uma carteira online dado que apenas as suas credenciais de início de sessão podem não ser suficientes para proteger os seus fundos. Uma solução 2FA pode ser tão simples quanto configurar um telemóvel para receber SMS ou utilizador a app Google Authenticator, que é uma solução muito popular.
  • Não escreva os endereços: quando envia ou recebe Bitcoin, copie e cole sempre o endereço que é utilizado. Um erro pode resultar num endereço válido e arrisca enviar os seus fundos para o esquecimento.
  • Interaja apenas com entidades de confiança: seja cauteloso quanto a qualquer pedido de estranhos, quer sejam por e-mail ou através das redes sociais para enviar-lhes Bitcoin ou investir em qualquer produto financeiro que é oferecido sem ser solicitado.
  • Mantenha as chaves, credenciais e seeds secretas: nunca partilhe informação vital que permita o acesso à sua carteira com qualquer terceiro. A LiteBit nunca lhe solicitará as suas credenciais, seed ou chaves privadas. O mesmo aplica-se a qualquer outro negócio estabelecido na indústria das criptomoedas. Se alguém tentar obter essa informação online, deve interromper o contacto com essa pessoa, para sua segurança.
  • Nunca negligencie uma carteira: as criptomoedas são altamente voláteis. Isso também significa que uma altcoin ou token que só vale alguns euros pode valer uma fortuna numa determinada altura no futuro. Não cometa o erro de negligenciar carteiras ou moedas que detém na sua posse. Isto poderá criar uma perda substancial no futuro.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +70 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app