lb

Escrito por Robert Steinadler há 23 dias

Solana explicada: o que é e porque é que as transações são tão rápidas?

A Solana foi talvez uma das tecnologias blockchain mais marcantes em termos de movimento de preço no ano de 2021. Com mais de 35 000% de aumento do preço relativamente ao seu mínimo histórico de 2020, a Solana não é só uma das moedas com melhor desempenho, como também se encontra no top 10 segundo o seu valor de mercado. Muitas plataformas de contratos inteligentes tentaram desafiar a Ethereum e nenhuma foi bem-sucedida até agora. A Solana não é necessariamente outra “assassina da Ethereum”, porque esta oferece uma tecnologia que tem os seus respetivos méritos. Não obstante, quando se trata de finanças descentralizadas, a Solana tem de oferece uma gama de produtos e protocolos similares aos da Ethereum.

O ponto de venda único da Solana é a sua velocidade e taxa de transferência da transação. Aparentemente, isto captou imensa atenção. A antiga Primeira Dama Melania Trump e Justin Bieber estão a oferecer os seus NFTs na Solana, e Michael “Air” Jordan anunciou a criação de uma plataforma desenvolvida na Solana para conectar atletas e os seus fãs.

Mas o que é que está realmente por detrás da tecnologia e será que vai durar apesar da tentativa de algumas estrelas monetizarem a moda dos NFT?

O que é a Solana?

A Solana é uma blockchain que é desenvolvida pela Solana Labs e foi fundada em 2017. Embora a empresa seja responsável pelo seu desenvolvimento inicial, a blockchain Solana em si é open-source. A Solana Foundation supervisiona o desenvolvimento e está sediada em Genebra, na Suíça, enquanto a empresa que criou a Solana está sediada em São Francisco.

O principal caso de uso da Solana são as aplicações descentralizadas que oferecem grande escalabilidade. O objetivo autodeclarado é o de ter mil milhões de pessoas no ecossistema Solana de apps descentralizadas. A Solana é capaz de lidar com um grande número de transações por um custo mínimo.

Embora possa, teoricamente, lidar com até 710 000 transações por segundo, esta ainda consegue lidar com 50 000 transações por segundo, em média, na rede principal. Vale a pena mencionar que o software ainda se considera estar no estado beta e que a Solana enfrentou uma interrupção após um forte tráfego de bots em setembro de 2021. Atingindo um pico de 400 000 TP/s foi demasiado para a rede e teve de desligar-se durante várias horas.

A moeda nativa da Solana é o token SOL e a denominação mais pequena é 1 Lamport, que equivale a 0,000000001 SOL. A unidade mais pequena é batizada segundo o cientista informático Leslie Lamport, que é conhecido pelo seu trabalho em sistema distribuídos.

Prova de histórico – Um novo conceito

Ao contrário da Bitcoin, a blockchain Solana não se baseia na prova de trabalho (PoW) e também não é exatamente uma clássica blockchain prova de participação (PoS). Esta é potenciada por uma mistura entre a prova de participação e uma nova solução designada prova de histórico (PoH).

A prova de histórico introduz um carimbo criptográfico que permite que cada validador na rede identifique a ordem correta das transações ou dos eventos. Este permite criar um registo histórico que comprova que um evento aconteceu. De facto, todos os nós na blockchain Solana podem concordar sobre a hora na rede sem precisarem de comunicar e concordar uns com os outros sobre que horas são.

Ao invés, cada validador tem de executar o seu respetivo relógio resolvendo constantemente uma função de atraso verificável baseada em SHA256. Os nós podem concordar sobre a hora antes do consenso sobre as transações, criando assim um ambiente que consegue lidar com mais transações do que qualquer outra tecnologia blockchain.

A prova de histórico não é um mecanismo de consenso do ponto de vista técnico, mas é crítico para a velocidade da Solana dado que permite que a sua blockchain prova de participação escale melhor do que muitas outras tecnologias blockchain.

A Solana oferece staking

A Solana também oferece a opção de criar receita adicional através do staking. Os stakers têm de delegar os seus tokens Sol para ganharem receita através de recompensas do bloco. Este sistema é muito similar ao da Ethereum 2.0 ou ao da Polkadot, onde os investidores podem participar no staking delegando os seus fundos.

De facto, o staking na Solana torna-se acessível inclusive para investidores individuais, dado que estes podem participar com quantias pequenas. Os pools de staking ou pools de staking líquido oferecerão habitualmente uma taxa anual entre 4% e 6%.

É notável que as carteiras comuns da Solana, como a Phantom, tenham uma função de staking incorporada, permitindo que os utilizadores escolham entre pools de staking predefinidas e tornando muito fácil, conveniente e intuitivo participar no staking.

A Solana oferece um vasto ecossistema DeFi

Aquando da elaboração deste artigo, a blockchain Solana tinha um valor total bloqueado de aproximadamente 12 mil milhões de USD e uma quantia crescente de protocolos DeFi. Estes protocolos oferecem uma variedade de casos de uso e de serviços, entre estes o empréstimo, negociação e inclusive negociação com margem e de derivativos. Com uma velocidade de transação inigualável e os baixos custos pelas transações, muitas destas aplicações podem oferecer serviços que não são possíveis noutras soluções de camada um ou que teriam de levá-las a optar por uma segunda camada.

Alguns protocolos notáveis são:

  • Raydium
  • Serum
  • Solend
  • Solfarm (anteriormente conhecido como Tulip)

Observe que estes exemplos são fornecidos apenas para fins informativos e que nenhum destes protocolos é aprovado pela LiteBit ou pelos nossos funcionários. Há um total de 41 protocolos ativos aquando da elaboração deste artigo e prevê-se que este número aumentará ao longo do ano de 2022.

Será a Solana a “assassina da Ethereum”?

Assim que uma blockchain oferece capacidades de contrato inteligente, o termo “assassina da Ethereum” é de alguma forma lançado nos media. Este também foi o caso com a Solana, bem como muitas outras plataformas. Não há concorrência direta entre ambas as tecnologias, mas é verdade que ambas oferecem plataformas DeFi e NFT.

Ambas têm sido um fator a considerar no crescimento da Ethereum. Há alguns pontos que estão a favor da Solana e um par de outros que vão contra esta.

Prós

  • As taxas de transação são baixas ao ponto de rondarem os 0,00025 USD em média
  • As transações são confirmadas em alguns segundos
  • A Solana lida com cerca de 50 000 TP/s quando comparada com os 15 TP/s da Ethereum

Contras

  • A rede da Solana desativou-se uma vez e ainda está no estado beta
  • A Ethereum tem uma rede maior em termos de utilizadores e protocolos
  • A Ethereum 2.0 pode eliminar determinadas vantagens que a Solana tem neste momento

No final do dia, não há um vencedor claro quando comparamos ambas as tecnologias. Parece que continua a ter de ser o mercado a decidir qual irá ganhar a corrida, se é que existe uma. É absolutamente possível que ambas as tecnologias coexistam.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +60 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app