litebit

Escrito por Erik Weijers há 2 meses

Os residentes de Miami receberão o rendimento em MiamiCoin  

A MiamiCoin (MIA) foi lançada em agosto de 2021. A moeda colocou Miami na linha da frente naquilo que pode tornar-se uma série de cidades a introduzirem uma designada moeda da cidade. Nova Iorque é a próxima. Na semana passada, Miami anunciou que quer pagar aos cidadãos o rendimento resultante da tesouraria de criptomoedas da cidade.

O mayor de Miami Francis Suarez vê as moedas da cidade como uma potencial nova forma das cidades se suportarem. Numa entrevista de 23 de setembro, ele afirma que a tesouraria MiamiCoin da cidade poderia ser uma forma de financiar-se além do aumento de impostos.

E agora está a tornar-se claro que os residentes de Miami podem experienciar outros benefícios da moeda também: rendimentos. Através de uma carteira (app) digital, Miami pode pagar rendimentos com o passar do tempo.

A Miamicoin foi desenvolvida por uma entidade externa designada CityCoins, com o envolvimento da cidade. As CityCoins baseiam-se num protocolo designado Stacks, que é interoperável com contratos inteligentes na blockchain Bitcoin.

Quem investe na MiamiCoin?

Pode pensar na MiamiCoin como um token comunitário. Não obstante, os investidores não têm necessariamente de ser residentes de Miami. Qualquer um pode atualmente minar a moeda: 30% das moedas minadas vão para a tesouraria da cidade. Acredita na “marca” Miami? Acredita no clima de investimento e na política monetária da cidade que quer tornar-se um pouco mais independente em termos financeiros? Qualquer um que acredite nisto poderá investir.

A aceitação das criptomoedas por Miami

Miami já estava no caminho de tornar-se uma das cidades mais progressivas em termos de criptomoedas nos EUA. O objetivo declarado pelo mayor é tornar a cidade no maior ecossistema de criptomoedas nos EUA da seguinte forma:

  • Com energia barata para mineiros de Bitcoin e regulamentos favoráveis para as casas de negociação.
  • Quando permitido pelo estado da Florida, o mayor quer colocar a Bitcoin na folha de pagamentos da cidade.
  • Há planos para permitir que os cidadãos paguem impostos em criptomoedas e sejam pagos em criptomoedas.

Concorrência da cidade de Nova Iorque?

Entretanto, o mayor eleito na cidade de Nova Iorque Eric Adams também está a exercer pressão. Tal como Suarez, ele quer tornar a sua cidade o centro da indústria de criptomoedas - ou web 3.0, como os mayors a designam. Adams já anunciou a sua intenção de receber os seus primeiros três meses de salários em Bitcoin. Além disso, a cidade de Nova Iorque também se registou na CityCoins para lançar a NYCCoin.

Aliás, Nova Iorque poderia beneficiar de alguma fortuna quando se tratar da aceitação de criptomoedas. O estado de Nova Iorque não é de forma alguma uma localização ideal para as empresas de criptomoedas devido à obrigação da sua cara e estrita licença BitLicense.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +60 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app