litebit

há 4 meses

Cardano: porque é que a Alonzo é tão importante e quando acontecerá?

A Cardano ainda está a aguardar pela introdução dos contratos inteligentes. A bifurcação forçada é necessária e há muito devida. Embora o mercado esteja a passar por dificuldades e a Bitcoin esteja a tentar aguentar-se na resistência de 30 000 dólares, a equipa por detrás do desenvolvimento da Cardano está ocupada a alcançar a próxima grande atualização. No artigo de hoje, vamos analisar mais atentamente a Alonzo, o porquê de ser importante e quando pode ser lançada.

A bifurcação forçada Alonzo

O nome da bifurcação forçada é uma referência ao matemático Alonzo Church que foi o antepassado da ciência de computação dos dias de hoje. Assim que a bifurcação forçada tiver início, a Cardano terá capacidades de contrato inteligente. E isto despertará todo um novo ecossistema repleto de protocolos Dapps e DeFi.

O roteiro da Alonzo é colorido, no mínimo. Há diferentes fases, começando a Alonzo azul, seguida pela fase atual, a Alonzo branca. Após a branca tornar-se a Alonzo roxa, de seguida as subetapas vermelha e preta e finalmente a bifurcação forçada na rede principal.

Estima-se que a Alonzo entrará em vigor entre agosto e setembro de 2021 e continua por se constatar se os programadores cumprem o objetivo de proporcionar a atualização dentro do período de tempo predefinido de 90 dias. A Alonzo faz parte da terceira fase de desenvolvimento da Cardano, designada por Goguen.

A Cardano está a apontar para o trono

A Cardano demorou algum tempo para desenvolver as suas respetivas capacidades, mas a equipa em torno de Charles Hoskinson está a apontar para algo grande. Embora a Ethereum ainda esteja a trabalhar com a sua transição para prova de participação, a Cardano pretende destronar a Ethereum em várias formas.

Parte desse plano é o conversor ERC-20 que permitirá a transferência de tokens já existentes da blockchain Ethereum para a Cardano. Com a ERC-20 a ser o token standard mais amplamente adotado, isto pode alterar a forma como os utilizadores e a indústria veem a Cardano no futuro próximo.

Será que a Ethereum está acabada?

Resumindo: não. A Ethereum precisa da prova de participação e tem contratos inteligentes. A Cardano tem a prova de participação em oferta, mas faltam-lhe as capacidades de contrato inteligente. A Ethereum também se encontra na linha da frente, além de ser um ecossistema comprovado. Segundo Charles Hoskinson, a Cardano está a tentar construir tudo isso, mas ainda melhor.

Quer acredite, ou não, na missão de Hoskinsons, a Ethereum e a sua história de êxito não se dissolverá só porque há um concorrente promissor. E, por falar de competição, também há outros projetos com escopo similar como a Solana ou a Polkadot.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +40 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app