litebit

há 4 meses

Queima, bebé, queima

Uma das atualizações mais antecipadas para a Ethereum aconteceu a 5 de agosto de 2021. A London trouxe a implementação da EIP-1559, que é suposto reduzir a volatilidade nas taxas da rede e torná-la mais transparente no geral e mais fácil de definir as taxas corretas para transacionar na blockchain Ethereum.


Agora que o hard fork já se iniciou, os resultados já se começam a notar, e a questão é o que esperar da implementação no futuro próximo e a longo-prazo para a Ethereum.

A Ether está a ser queimada

Uma das alterações mais notáveis na London é a introdução de uma taxa base. Ao contrário de outras taxas, esta taxa em particular não é passada para os mineiros que recebem uma recompensam por minarem com êxito o bloco. Ao invés, a base é queimada, o que significa que a Ether é efetivamente destruída e deixa de ser disponibilizada no mercado.
Muitas analistas afirmaram que com esta alteração, a Ethereum tornar-se-ia significativamente mais rara. Ao contrário da Bitcoin, a Ethereum nunca foi destinada a ter um fornecimento limitado. Ao invés de um limite de fornecimento, há uma inflação com um máximo de 18 milhões de Ether por ano.


Na altura em que escrevemos este artigo, mais de 17 000 ETH já tinham sido queimadas. Considerando o facto de que há em circulação cerca de 117 034 126 Ether, isto não é muito impressionante. Caso o mecanismo de queima chegue a impactar o preço, então é mais provável constatá-lo a longo-prazo. Isto significa que a inflação será reduzida, mas não eliminada.

As transações com Ethereum são agora mais baratas?


Resumidamente: não. A atualização destina-se a criar menos volatilidade nas taxas de transação e a torná-las mais transparentes. Contudo, há um par de soluções futuras que reduzirão efetivamente as taxas para um mínimo suportável.

Todas estas soluções são tecnologias de segunda camada. Dois exemplos são os otimistamente designados rollups e ZK-rollups, que são as tecnologias mais promissoras no terreno até ao momento. Ambas são soluções de escala que pretendem aumentar o rendimento da transação e reduzir as taxas de gás para os utilizadores.

Com o problema de escala ainda por resolver e a Ethereum 2.0 ainda em desenvolvimento, as outras criptomoedas ainda têm uma possibilidade de convencer mais utilizadores a adotarem outros produtos e dapps que são executados sobre as suas respetivas blockchains. Os exemplos notáveis neste terreno são a Cardano (ADA), Solana (SOL) e Algorand (ALGO). Não obstante, a maioria destas blockchains da concorrência terá muita dificuldade devido ao facto da Ethereum ter uma vasta base de utilizadores.

Negocie a qualquer hora e em qualquer lugar

Melhore o seu impacto de negociação e tempo de reação em +40 criptomoedas através do acesso instantâneo ao seu portifólio com o app LiteBit.

download app